terça-feira, 26 de novembro de 2013

American Music Awards 2013

Ontem à noite, teve lugar a cerimónia dos American Music Awards 2013. Na sua 41ª edição, os grandes vencedores da noite foram Taylor Swift e Justin Timberlake, que até brincavam um com o outro quando tinham que subir ao palco para receber os seus prémios. Entre as actuações ao vivo, destacam-se as de Katy Perry, Lady Gaga, Ariana Grande, Imagine Dragons, TLC, Justin Timberlake e Miley Cyrus. 

Confere os vencedores:

POP/ROCK

Artista Masculino Preferido: Justin Timberlake
Artista Feminino Preferido: Taylor Swift
Banda, dupla ou grupo preferido: One Direction
Álbum Preferido: One Direction, “Take Me Home”

COUNTRY

Artista Masculino Preferido: Luke Bryan
Artista Feminino Preferido: Taylor Swift
Álbum Preferido: Taylor Swift, “Red”

RAP/HIP-HOP:

Artista Preferido: Macklemore & Ryan Lewis
Álbum Preferido: Macklemore & Ryan Lewis, “The Heist”

SOUL/R&B

Artista Feminino Preferido: Rihanna
Artista Masculino Preferido: Justin Timberlake
Álbum Preferido: Justin Timberlake, “The 20/20 Experience”

ROCK ALTERNATIVO: Imagine Dragons

MÚSICA LATINA: Marc Anthony

MÚSICA ELETRÔNICA: AVICII

ARTISTA DO ANO: Taylor Swift

ARTISTA REVELAÇÃO DO ANO: Ariana Grande

SINGLE DO ANO: Florida Georgia Line, “Cruise”

MELHOR BANDA SONORA: Pitch Perfect (A Escolha Perfeita)

ÍCONE: Rihanna

O que tenho tenho a dizer disto tudo? Fez-me pensar qual a cerimónia que premeia a boa música. Não me venham dizer que os One Direction, a Taylor Swift ou o Justin Timberlake são grandes cantores e que vão marcar gerações e gerações de pessoas. Com música fácil, letras simplistas e vazias, podiam deixar de fazer música amanhã que eu não ia dar por falta deles. Como disse anteriormente, esta cerimónia não premeia os verdadeiros artistas de música, aos quais eu peço que continuem a fazer boa música em nome da música e não destes prémios ridículos. Quero continuar a ter nas minhas playlists músicas que me comovam, que me façam reflectir. Elas são como companheiras dos bons e maus momentos. Não quero perder isso nunca, e quando o mundo já estiver dominado por Katy Perry's, Lady Gagas e outros que tais, espero já não estar cá para os ouvir.



Sem comentários:

Publicar um comentário